Apresentação
Finitudes
livro de Pedro de Sá

“…
o passeio sob candeeiros iluminados, caminhávamos não pelas ruas novas para o
nosso olhar, mas, no fundo, pelas interrogações que o amanhã nos apresentava, a
chuva miudinha não se esquecia de nós, conferia às coisas uma imaterialidade de
sonho, parecia que não pisávamos o chão do mundo, quase como se pairássemos
sobre as coisas, apenas o frio líquido no rosto nos devolvia à nossa
circunstância, um vulto ou outro, com o familiar guarda-chuva, protector de
almas, sobre a cabeça, cruzava-se connosco na irrealidade daquele cenário
nocturno, com pontos luminosos difusos e contorcidos pela cortina de água…”
Pedro de Sá apresenta hoje no Fórum FNAC a sua nova obra – Finitudes.

Deixe um Comentário

*