Exposição
Mapa
Marcus Garcia Moreira

Mapa possibilita reconhecer os vários planos de interpretação qua a realidade pode conter, sobrepondo-os para deles resultar possíveis mapas que permitam uma visão, construída todos os dias, de quem somos.

Mapa constitui-se a partir de diapositivos iniciais que se concentram em paisagens reveladoras das interdependências que encontramos no quotidiano de qualquer cidade, as suas marcas de homogeneização e de diversidade, diluídas enquanto resultado da transparência entre cultura, sociedade e indivíduo.

É a partir destes registos fotográficos iniciais onde procurei a singularidade dos objectos, dos grupos e suas origens, tornando visível a identidade, ou sua ausência, de um lugar, que tento estabelecer uma ponte com as mudanças na forma como pensamos as nossas relações recíprocas. Na prática esta ponte constrói-se a partir da manipulação e experimentação de materiais e tecnologias, tentando responder à permanente necessidade de transgressão, essencial para o meu trabalho criativo.

Estas intervenções são registadas então em suporte digital, apresentando por isso resultados consonantes: fotografias de baixa resolução, forte granulosidade e de reduzida profundidade. Rompem com a estética instituída da imagem digital baseada na cosmética, no embelezamento, no tratamento com o intuito de criar a imagem perfeita.

 

 

Deixe um Comentário

*