Novos Talentos FNAC Música 2013
Novos Talentos FNAC
Novos Talentos Música 2013

A colectânea Novos Talentos FNAC Música pretende ser um retrato fiel dos projectos emergentes da cena musical portuguesa. Após o sucesso atingido com as edições de 2007, 2008, 2009, 2010, 2011 e 2012 nas quais se destacaram os então desconhecidos Deolinda, Mazgani, Rita Redshoes, Sean Riley & The Slowriders, Os Paus, Samuel Úria, B Fachada, Os Pontos Negros, Orelha Negra, Capicua, We Trust, Capitão Fausto, Best Youth ou Memória de Peixe  a FNAC volta a lançar, este ano, uma nova edição que integra 36 temas inéditos, de 36 novos talentos, num CD duplo.

O CD Novos Talentos FNAC 2013 revela o futuro da música portuguesa, a nova geração de músicos portugueses que aposta, cada vez mais, numa mistura de linguagens na qual se cruzam estéticas e discursos inovadores.

A totalidade das receitas deste CD reverte para o projeto de responsabilidade social Infotecas FNAC/AMI – Contra a Infoexclusão que visa construir espaços de acesso às Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC), proporcionando às pessoas carenciadas uma nova oportunidade de participação na sociedade da informação e do conhecimento e, consequentemente, de inclusão social e de integração profissional.

Novos Talentos FNAC 2013

Novos Talentos FNAC 2013

Álbum completo (Formato Digital MP3)
4,00

CD 1

  • Buzz

    Tape Junk

    O mais recente projecto de originais do músico João Correia, mais conhecido por ser o vocalista dos Julie and The CarJackers e por tocar em diversos projectos como baterista (Frankie Chavez, Márcia, Groove Quartet). Saber mais [+]
    01 Buzz - 03:17 
  • Auto Coacção

    Um Corpo Estranho

    Pedro Franco e João Mota surgem neste conteúdo como contadores de anti-estórias, através de uma “substância imaterial, metamorfose de uma melancolia anunciada como um shot tequilliano de luxúria contra uma sede insaciável de amor puro”. Saber mais [+]
    02 Auto Coacção - 3:54 
  • One Day

    Little Friend

    Little Friend é o projecto de John Almeida, músico e escritor inglês de ascendência portuguesa, baseado no Porto. Com influências que vão desde o folk ao indie, a composição melódica e as letras introspectivas têm um papel muito importante no seu trabalho. Saber mais [+]
    03 One Day - 2:37 
  • So Is Love

    Johan Rodrigues

    Um álbum com uma energia rock-pop. Saber mais [+]
    04 So Is Love - 3:43 
  • Phone Sex

    Time for T

    Fronted by Tiago Sa-Ga, the band have formulated an eclectic mix of modern folk- rock, that offers soul-searching lyrics and melodies accompanied by groove based instrumentation. Saber mais [+]
    05 Phone Sex - 3:22 
  • O caminho dela

    Ana Cláudia

    Em tempos, Ana Cláudia poderia ter sido bailarina, actriz e até trapezista, mas a música falou mais alto. Se lhe perguntarem que tipo de música faz, ela não sabe responder. Dir-vos-á que canta coisas bonitas em português. Saber mais [+]
    06 O caminho dela - 3:52 
  • Arritmia

    Tde3

    Tde3 é um grupo talentoso que faz um rock muito jazz… Um disco instrumental de cariz fortemente imagético, de um rock estruturalmente influenciado por andamentos jazz… “Trilinear” impõe-se por si só, facilmente. Saber mais [+]
    07 Arritmia - 3:35 
  • Supersonic Speed...

    Numbers Are Futile

    Edimburgo é a cidade dos Numbers Are Futile. Sintetizadores, samples, vozes e ritmos tribais debitados por esta 'two-man band' e registados numa gravação DIY numa cave algures na capital escocesa. Krautrock, tribalismo e harmonias pop envoltas numa estética sem fronteiras. Saber mais [+]
    08 Supersonic Speed... - 4:25 
  • Afrobrita

    Quelle Dead Gazelle

    Dois elementos. Bateria e Guitarra. Rock puro e duro com um pouco de tudo à mistura. Miguel e Pedro vêm ao mundo mostrar o seu poderoso rock e fazer com que o público o sinta desde as pontas dos dedos até ao núcleo das suas mentes. Saber mais [+]
    09 Afrobrita - 4:04 
  • Victorian Creeps

    JUBA

    JUBA é a capital do Sudão do Sul. É também o nome da banda de João, Joel, Miguel e Tomás. Quatro putos que sempre produziram música em casa e que se decidiram juntar e fazer barulho a sério com instrumentos a sério: uma bateria bem pisada, um baixo bem grosseiro e uma chinfrineira de guitarras. Saber mais [+]
    10 Victorian Creeps - 2:42 
  • Foolish Attempts

    Mr. Herbert Quain

    Olhemos para o tempo como unidade de medição e admitemos que este não deve ser estável ou linear. Não deve, tão pouco, ser vazio. A música de Mr. Herbert Quain atesta um universo próprio, em que a noção de movimento é desconstruída. A sua relação com o tempo é a do constante jogo de paciência, de espera, de procura insistente pela próxima peça certa. Saber mais [+]
    11 Foolish Attempts - 8:16 
  • Primavera

    ERMO

    Há nos Ermo uma poesia crua, experimental, onde as palavras se misturam com o som de forma agressiva e mescla, como duas peças do mesmo puzzle que vão criando músicas faladas, envolvidas em electrónica minimalista, sempre audazes e sempre surpreendentes. Quer se queira quer não, mais ninguém faz música assim. E mesmo antes de existirem, os Ermo já faziam falta; nós é que não sabíamos Saber mais [+]
    12 Primavera - 3:20 
  • Nothing Is Fun

    Holy Nothing

    Utiliza simultaneamente instrumentos analógicos e digitais para produzir música que oscila entre elementos da dark wave, da eletrónica dançável e da sonoridade 8bit que nos transporta para o interior de um Game Boy ou de uma máquina de tetris. “Nothing is Fun” é um tema com produção de Rui Maia, co-produção de Daniel Valente e mistura de Zé Nando Pimenta. Saber mais [+]
    13 Nothing Is Fun - 3:02 
  • Fora de Prazo

    Sr. Inominável

    Sr. Inominável carrega histórias. Quer amar e ser amado. Está contente, está triste. É desconcertante, é confuso. É mordaz. É irónico. Intrigado com o prazo, a validade, o amor, os outros e ele mesmo. Saber mais [+]
    14 Fora de Prazo - 3:54 
  • Que Se Lixe Então O...

    Liberdade

    Multi-instrumentista funde rock, industrial, jazz , triphop, rap e diversas experiencias lo-fi, criando canções, rimas, ambientes e peças musicais. Desde 2009 foi cocompositor em 9 albums de projectos e géneros distintos, tendo também criado 7 álbuns a solo. Saber mais [+]
    15 Que Se Lixe Então O... - 2:54 
  • Pedra Mole

    Grutera

    Começou a tocar guitarra aos 14 anos e as suas referências eram Metallica, Opeth, Gojira, In Flames, Lamb of God e Jimmy Hendrix. Neste momento apresenta o seu projeto como guitarrista a solo, incomum e mais complexo, vive através de uma única guitarra. O seu som pode ser comparado a outras referências musicais como Filho da Mãe ou Norberto Lobo. Saber mais [+]
    16 Pedra Mole - 3:19 
  • De eus para mim

    Lavoisier

    Lavoisier é constituido por Roberto Afonso e Patricia Relvas, que influenciados um pelo outro e por todas as sensações inerentes ao universo musical, partilhando o espirito Tropicalista Antropofágico Cultural e embebidos numa cultura popular vão criando, sem medos e preconceitos, a sua própria identidade/expressão musical. Saber mais [+]
    17 De eus para mim - 3:52 
  • Cronofóbico

    Zorra

    Os ZORRA soam a banda sonora e a imagem. Da harmonia à improvisação, elegem o palco como o seu habitat natural. Donos de um post-rock e/ou jazz contemporâneo, sonoridades como Tortoise, Jaga Jazzist, Carlos Bica, The Bad Plus. Saber mais [+]
    18 Cronofóbico - 6:03 

CD 2

  • Anchor

    Brass Wires Orchestra

    This band started playing in late September of 2011. Playing our own versions of bands we liked and listened, like Mumford & Sons or Beirut. It started escalating due to very good feedback from friends and people in general. Saber mais [+]
    01 Anchor - 04:31 
  • Own Way

    The Fellow Man

    Conhecíamos o Bruno de Cast A Fire, a berrar como se o mundo fosse acabar. Não é de estranhar, então, a surpresa que nos causa este seu último projeto Saber mais [+]
    02 Own Way - 03:30 
  • O Velho

    Coelho Radioactivo

    O Coelho Radioactivo faz suas, as suas canções. Espera que a inspiração venha e depois pede-lhe para ficar um bocadinho… porque saber-se exactamente o que se quer, nem sempre é uma qualidade. Saber mais [+]
    03 O Velho - 04:44 
  • Não Cai

    Os Principes

    Saber mais [+]
    04 Não Cai - 03:27 
  • The Escape

    First Breath After Coma

    A banda leiriense revela uma maturidade composicional pouco comum para uma formação com músicos ainda tão jovens. Saber mais [+]
    05 The Escape - 04:54 
  • Onde As Nuvens Se ...

    Indignu

    Odyssea é uma peça musical. Com capítulos, ligados entre si. Como livro. É também indignu com maturidade estética. Uma viagem de caravela aos delays do mar português. Saber mais [+]
    06 Onde As Nuvens Se ... - 7:18 
  • Eu Fui Ter Contigo ...

    Colibri

    O Pimba vestiu um fato! Numa roupagem chique, abraçando o romantismo sentimental e simplista caracteristico da música folk portuguesa, o projeto Colibri, utilizando de fronteiras que foram sempre pouco rígidas e claras, reinventa, à sua maneira, a música portuguesa dos mais arcaicos e tradicionais moldes. Saber mais [+]
    07 Eu Fui Ter Contigo ... - 3:37 
  • Dois terços do que sei

    Principe

    Saber mais [+]
    08 Dois terços do que sei - 2:46 
  • Spit Blood. Hooligans...

    Elektra Zagreb

    Elektra Zagreb são uma banda luso-russa residente em Lisboa que fabrica psicadelismos e hard pop suja banhada a sol, desde Janeiro 2011. Saber mais [+]
    09 Spit Blood. Hooligans... - 2:11 
  • Death Is A Celebration

    Zanibar Aliens

    Zanibar Aliens, banda formada no Estoril em 2011, influenciados por bandas como Queen e Beatles, mostram a sua habilidade de misturar vários estilos músicais numa só canção, "Death Is A Celebration". A banda é composta por Carl Karlsson, Filipe Karlsson, Martim Seabra, Diogo Braga e Jõao Pereira, entre os quais, três são ainda menores de idade Saber mais [+]
    10 Death Is A Celebration - 3:25 
  • Desert Snake Catcher

    Souq

    Formados em 2009, os Souq acabam de lançar “Desert Snake Catcher”, primeiro tema retirado de “At La Brava”, álbum de estreia a editar em 2013. Partindo de uma base assumidamente rock, os Souq abraçam psicadelismo, blues, pop ou jazz para construir um som que tem tanto de dinâmico quanto arrasador. Saber mais [+]
    11 Desert Snake Catcher - 4:32 
  • Hardcore

    Wolf Lips

    Esse núcleo é formado por três homens e uma mulher mas não se pense que se trata de um equilíbrio de forças porque todos puxam para o mesmo lado nesta banda. O rock’n'roll – com pop sem curvas dentro - dos Wolf Lips é sexy, melodicamente contagiante e com uma harmonia distintiva na estética: raro e recomendável. Saber mais [+]
    12 Hardcore - 4:05 
  • Tsunami

    Dilen

    Natural de Lisboa, Dilen é filho de pais nascidos em África com ascendência indiana. Esta mistura cultural, assim como os 10 anos a viver e trabalhar em Londres, influenciou a sonoridade do seu primeiro album “Sounds Like Curry”. Músico, produtor, DJ e Live Act Performer mistura ritmos electrónicos de várias partes do mundo, unindo drum&bass, electro, hip-hop electrónico ou dubstep com elementos acústicos. Saber mais [+]
    13 Tsunami - 3:36 
  • Come on Down/Show...

    A.M.O.R.

    As A.M.O.R. são Honey e Violet, uma dupla de rap de Lisboa no ativo desde 2006. A sua música desde cedo se distinguiu no panorama local pela frescura dos instrumentais, um flow único e um rap avançado, tão tecnicamente intrincado como visceral e feminino. Saber mais [+]
    14 Come on Down/Show... - 3:53 
  • Your Smile

    Awsum

    Aos sete anos de idade entrou no conservatório de música onde estudou formação musical, piano e violino.. Em 2002 começou a produzir as suas próprias músicas conjugando beats com melodias criadas pela própria no piano. Saber mais [+]
    15 Your Smile - 3:22 
  • Guns

    Ninja Kore

    Projecto de música multi artístico onde 5 mascarados alinham o digital ao analógico, os instrumentos acústicos às máquinas, criando a sua identidade carismática nos domínios do drum’n'bass e dubstep. Saber mais [+]
    16 Guns - 3:19 
  • Low

    Elite Athlete

    Elite Athlete é o projecto do conimbricense João de Almeida que aglutina várias nuances do espectro mais crepuscular da música electrónica. Das batidas dançáveis aos ambientes mais densos, Elite Athlete é uma purga de uma intensa contaminação sónica enquanto radialista e ouvinte. Saber mais [+]
    17 Low - 4:51 
  • Uadjit

    Jibóia

    O projecto de Óscar Silva é uma miscelânea de kuduro, com rock, pedaleiras às cores, noise e tons em arco-íris do psicadélico. Há de tudo: Animal Collective, afrobeat, viagens gingonas pelo espacial e, só por isso, Jibóia é festão. Uma das revelações nacionais do ano e ao vivo perceber-se-á porquê. Saber mais [+]
    18 Uadjit - 5:36 

Forma de pagamento: Paypal ou Cartão de Crédito. Pagamentos efetuados via Paypal. Os dados fornecidos ao Paypal serão utilizados para o processamento da sua encomenda.
Depois de efetuar a sua compra, passará a receber a newsletter culturafnac.pt. Posteriormente, se desejar, poderá remover o seu endereço da lista de subscrição da mesma.