INFORMAÇÃO FNAC

logo antigo

A FNAC nasceu em 1954, pela mão de Max Théret e André Essel, dois amigos que procuravam praticar um tipo de comércio diferente, que se dirigisse ao maior número de pessoas e não apenas às elites. Um comércio de defesa do consumidor, fundamentado na liberdade e na responsabilidade dos vendedores. Este é o património genético da FNAC, ainda hoje reivindicado.

     

  

A FNAC é líder europeia na distribuição de bens tecnológicos e culturais. É a única marca que disponibiliza, num só espaço, uma vasta seleção de literatura, música, cinema, gaming e de todas as tecnologias que se relacionam com estas áreas. A FNAC desenvolveu um conceito único, que assenta sobre espaços físicos e virtuais, lugares de descoberta, de aconselhamento, de encontro e de cultura.

A FNAC é uma das 500 empresas europeias mais importantes e conta com uma ampla presença internacional. A 28 de Fevereiro de 1998, iniciou-se um ponto de viragem na oferta cultural e tecnológica em Portugal. A marca FNAC, criada em França, era conhecida apenas por uma minoria. E rapidamente conquistou o mercado português. A resposta dos consumidores nacionais ao conceito FNAC foi de tal forma imprevisível que a operação da FNAC em Portugal tem vindo a revelar-se um fenómeno e um caso ímpar de sucesso, tanto em Portugal como no seio do Grupo FNAC.

    

    

FNAC NO MUNDO

A FNAC conta com uma forte presença internacional, com lojas em 8 países: França, EspanhaPortugal, Brasil, Bélgica, Suíça, Marrocos e Catar. 

FNAC EM PORTUGAL

A FNAC inaugura, em 1998, a sua primeira loja em Portugal, no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, logo seguida de outra no Centro Comercial NorteShopping, no Porto. O sucesso foi imediato. Com uma média de abertura de uma nova loja por ano, a FNAC depressa chegou ao Chiado, no centro de Lisboa, ao CascaiShopping, a Santa Catarina, no centro do Porto, ao Almada Fórum e ao GaiaShopping. Bastaram poucos anos para que a FNAC se instalasse também no Algarve, em Coimbra, na Madeira, em Braga, em Viseu, em Matosinhos, em Guimarães e em Leiria. Entretanto, a expansão prolongou-se até Setúbal, Faro e Oeiras.

EXPANSÃO FNAC EM PORTUGAL

24 LOJAS

1998

28.02 FNAC Colombo

28.11 FNAC NorteShopping

1999

09.11 FNAC Chiado

2000

28.11 FNAC CascaiShopping

31.11 FNAC Santa Catarina

2002 

18.10 FNAC Almada

2003

14.11 FNAC GaiaShopping

2005

23.06 FNAC AlgarveShopping

2006

28.04 FNAC Coimbra

23.11 FNAC Madeira

2007

14.11 FNAC Alfragide

16.11 FNAC Braga

2008

15.04 FNAC Viseu

10.10 FNAC Vasco da Gama

16.10 FNAC Mar Shopping

2009

18.11 FNAC GuimarãeShopping

2010

19.05 FNAC LeiriaShopping

2013 

18.07 FNAC Aeroporto

05.12 FNAC Amoreiras

2014

12.11 FNAC Setúbal

28.11 FNAC Faro

12.12 FNAC Oeiras

2015

14.09 FNAC Instituto Superior Técnico

2016

20.09 FNAC Connect Saldanha

OFERTA FNAC 

Mesmo ao melhor preço, a mera aquisição de um produto já não é suficiente para satisfazer o consumidor, que procura outras mais-valias. Na FNAC, essa mais-valia reside, acima de tudo, na livre experimentação e na prescrição dos vendedores FNAC com total imparcialidade.

Com 300.406 referências nas áreas editoriais – 161.000 em literatura, 112.230 em música, 19.140 em cinema e 8.036 em consolas e jogos -, e 23.506 referências nas áreas tecnológicas – 4.687 em fotografia, 7.191 em som e imagem, 3.419 em telecomunicações e 8.209 em informática -, a FNAC dispõe de uma oferta inigualável no que diz respeito a produtos culturais e tecnológicos.

Além da diversidade na escolha e a qualidade da oferta, a FNAC oferece inúmeros serviços, como, por exemplo, a encomenda de livros não referenciados e de discos importados; a entrega gratuita em sua casa; o serviço pós-venda; a clínica FNAC; o laboratório de fotografia online; os seguros para se defender de qualquer imprevisto; a compra de bilhetes para espetáculos nas melhores salas do país; a aquisição de kits de experiências, de cartões oferta FNAC e de revistas e jornais em qualquer uma das nossas lojas; o universo FNAC Mobile e a FNAC Partner a pensar nas empresas.

  

RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL

A FNAC, enquanto empresa socialmente responsável, colabora com diversas organizações não-governamentais como, por exemplo, a Liga Portuguesa Contra a Sida, a Médicos do Mundo, a Amnistia Internacional e a Fundação AMI, promovendo, nos seus Fóruns, debates, exposições e lançamentos de livros com o objetivo de sensibilizar e mobilizar os seus clientes. Paralelamente à organização destes eventos, a FNAC, atenta ao potencial de desigualdade social que a InfoExclusão pode provocar, associou-se à AMI na construção, nos Centros Porta Amiga, de Infotecas dotadas de condições técnicas e humanas, para possibilitar, aos mais desfavorecidos, o acesso às novas tecnologias. A par deste projeto, a FNAC leva a cabo uma campanha anual de recolha de fundos a favor daquela fundação que reverte, na sua totalidade, para a luta contra a pobreza e a exclusão social em Portugal.

A FNAC colaborou ainda na promoção do filme HOME, com a finalidade de alertar e informar para a importância da preservação do ambiente, e iniciou uma parceria com o Hospital de São João que resultou na criação do espaço FNAC Kids, uma área de distração e de aprendizagem para crianças, na unidade hospitalar, aumentando assim o seu bem-estar durante a sua passagem pelo hospital.