Exposição
PAZI MINE. ATTENZIONE MINE
Elena Givone

Crescer numa sociedade desorganizada, destruída e em reconstrução. Nascer logo após o final de uma guerra que ainda nenhum dos seus progenitores conseguiu justificar. Ser vítima constante de um grande perigo: as minas anti-pessoais.

Lugares encantados, bosques verdejantes, prados floridos. Tudo pode ser perigoso. Estas crianças nascem num momento onde na Bósnia Herzegovina ainda não há qualquer tipo de educação em relação às minas, onde o governo ainda pede aos cidadãos para trocar minas não explosivas por dinheiro. Aconteceram, inutilmente, demasiados e terríveis acidentes. Muitos outros poderão ainda acontecer.

Estar privado da liberdade de viver nos espaços verdes do seu próprio país. Ser vítima constante da guerra. Enquanto eles, com tanta pureza, me abriram as suas casas, me mostraram os seus lugares preferidos, a sua escola e me demonstraram a vontade que têm em crescer numa sociedade nova, sob o signo da paz.

Ler nos seus olhos a vontade de estarem bem e de serem simplesmente felizes. Uma ferida ainda aberta que só esta nova geração poderá definitivamente cicatrizar. Um país desorganizado, mas que vive. Renasceu e há uma nova geração inteligente e com esperança de construir uma nova nação europeia.

 

Deixe um Comentário

*