Exposição
Prémio PhotoEspaña OjodePez de valores humanos 09
Simona Ghizzoni

A Fnac associa-se ao Prémio PHotoEspaña OjodePez de Valores Humanos e apresenta, nos seus espaços, uma selecção das reportagens fotográficas premiadas.

A edição deste ano galardoou a fotógrafa italiana Simona Ghizzoni com a reportagem “Dias Estranhos”, um projecto jornalístico que acompanha diferentes raparigas que padecem de distúrbios alimentares e que vivem em clínicas especializadas naquele tipo de doenças.

Tendo como cenário as instalações de clínicas italianas, esta selecção de fotografias documenta vários instantes da vida destas jovens, desde os primeiros momentos em que a magreza extrema ainda é sinónimo de risco de vida, até ao longo e árduo caminho da recuperação, através de sessões de terapia.

Os fotógrafos finalistas, que também estarão expostos na Fnac, são Adam Panczuk com uma reportagem sobre as aldeias polacas e a relação dos seus habitantes com a natureza; Alessandro Cosmelli com uma série de retratos de estrangeiros ilegais no México; Javier Arcenillas com um trabalho sobre a pobreza extrema de cidades da América Latina; Marco Vernaschi com um testemunho sobre a degeneração da Guiné-Bissau num narco-estado; Andreas Meichsner com um estudo sobre a sociedade através das suas actividades de lazer; Stuart Isett com um documentário sobre os jovens, naturais do Camboja, que chegaram aos Estados Unidos depois de terem sobrevivido ao Khmer Vermelho, e que, anos mais tarde, foram deportados para o seu país de origem, deixando a vida que reconstruíram para trás; e Thomas Gardiner com uma investigação sobre pequenas cidades e comunidades do interior do oeste do Canadá.

Simona Ghizzoni nasceu em 1977 e é natural de Reggio Emilia, em Itália. Foi vencedora do Attenzione Talento Fotografico Fnac 2006, prémio de fotografia organizado pela Fnac Itália, com a reportagem Scars. Sarajevo 1926 – 2006, igualmente exposta em várias Fnac em Portugal. Em 2008, foi premiada no World Press Photo.

 

Deixe um Comentário

*