Apresentação
PRISIONEIROS PORTUGUESES NA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
Livro de Maria José oliveira

Entre 1917 e 1918, mais de 50 mil homens partiram para as trincheiras da Frente Ocidental. A maioria nunca saíra das suas aldeias e vilas. Morreram milhares; outros tantos foram feitos prisioneiros e enclausurados em campos de internamento e de trabalhos forçados na Alemanha, França, Bélgica e Polónia.

Deixe um Comentário

*