Exposição
School Affairs
Fotografias de João Henriques | Novo Talento FNAC Fotografia 2015, Vencedor

DATAS:

01/04/2017 - 01/06/2017 Algarveshopping

Em 2011 voltei à escola para estudar Fotografia. Desejava saber mais e conhecer novas pessoas. Estando na meia-idade e em crise vocacional acerca do que fazer da minha prática fotográfica, decidi que seria interessante explorar o conceito de crise, da idade e da vocação, através deste trabalho.

As imagens procuram estabelecer uma narrativa onde se enlaçam escopofilia e voyeurismo, percorrida por um personagem fictício, invisível ou em burnout, doença psíquica característica na meia-idade. A visão e o olhar (gaze) são o fio condutor desta trama, e apesar do retrato estar assiduamente presente, nele raramente o olho se faz ver, e quando aparece, fá-lo sempre em viés, enunciando uma distorção, uma frustração do olhar, ou uma fantasia que não se materializa. Por outro lado, o corpo feminino duplica esse lado conceptual, pois sendo atravessado por um desejo crescente, de materialização e de visão, esse desejo nunca é concretizado, o corpo nunca se revela, ou se o faz é de forma quase invisível, sem contornos, amorfo.

Esta série constitui-se portanto de forma dupla: num primeiro tempo em história fictícia acerca da fantasia acerca do corpo feminino, revelando a crise da meia-idade, fantasia que nunca se concretiza, apesar do nu não há identidade, apesar do olhar não há olho, ou quando há é artificial; posteriormente, esses elementos narrativos poderão convocar questões centrais da fotografia, que vão desde os limites da visão enquanto fórmula de conhecimento a questões éticas sobre a objectificação do corpo feminino e a alteridade.

João Henriques

Deixe um Comentário

*