Exposição
Vanuatu (A Terra Deles)
Marco C. Pereira e Sara Wong

Em Bislama, o curioso dialecto nacional, Vanuatu significa tão só A Nossa Terra. O nome remete para o sentimento orgulhoso de pertença e para a relação dos habitantes ni-vanuatu com cada uma das 82 ilhas que compõem este arquipélago do Pacífico do Sul, um domínio que a civilização só, a espaços, colonizou, privilegiado pela natureza e acossado pelo poder do Anel de Fogo. Dos saltos destemidos da cerimónia Naghol – inspiradora histórica e espiritual do bungee jumping – aos fascinantes Cargo Cults de Santo e Tanna, por detrás das névoas que irrigam as selvas luxuriantes e dos fumos tóxicos dos vulcões, Vanuatu revela-se um país absolutamente único que teima em preservar os seus atributos e deslumbra qualquer forasteiro.

RESUMO DO PROJECTO

Vanuatu – Maio 2009

Decorrente de uma viagem que se estendeu por um ano – de Outubro de 2008 a Outubro de 2009 -, Marco C. Pereira e Sara Wong visitaram o arquipélago de Vanuatu, um país desconhecido na maior parte do mundo mas em que apostaram com grande convicção. Foi imediata a rendição às florestas tropicais densas, aos vulcões majestosos e à vida tribal e pós-tribal que encontraram em Efate, Pentecostes, Espírito Santo, Malekula e Tanna, as cinco ilhas que os autores descobriram e que documentaram com imagens étnicas e de paisagem que retratam a singularidade da nação que aqui expõem.

 

Deixe um Comentário

*